Passeando pelas comidas mais gostosas de Amsterdã

Bater perna é uma das melhores formas de conhecer a lindíssima Amsterdã. Andando de um lado para outro nos deparamos com delícias indispensáveis a quem visita a capital da Holanda. Seja flanando por um bairro, cruzando os incontáveis canais ou indo de uma atração a outra é sempre bom reservar um tempo para recarregar as energias e provar algumas das comidas mais gostosas da cidade.

A famosa torta de maçã da Winkel 43 (Noordermarkt 43) precisa aparecer no topo da lista. É parada obrigatória em Amsterdã mesmo para quem não é muito fã de doce. O pedaço – que ainda acompanha chantilly – tem tamanho na medida certa e um sabor inesquecível. Não é exagero afirmar que a torta figura entre as melhores do mundo.

torta de maçã winkel 43

Dizem que é preciso encarar fila e ter muita paciência na Winkel 43. Por sorte, como era outono, conseguimos um bom lugar no lado de fora e ainda fomos atendidos com agilidade. Enquanto comíamos a torta de maçã, um grupo de brasileiros passou por nós, e, sem saber nossa nacionalidade, uma moça exclamou: “Nossa, será que está é a famosa torta”. Sim, era.

Outra curiosidade. Fomos na Winkel 43 logo depois de visitarmos a Casa de Anne Frank. A caminhada leva alguns agradáveis minutos. Era hora do almoço, mas deixamos o prato principal de lado para experimentarmos direto a sobremesa. Uma sábia decisão.

Para quem quer fazer uma refeição completa, com entradas, prato principal e sobremesa, precisa passear pelo Mercado Albert Cuyp, no bairro De Pijp. O maior mercado a céu aberto na Europa é uma referência para quem quer experimentar queijos, azeitonas, antepastos e outros embutidos.

stroopwafel amsterdã viajenoblog

Várias barraquinhas, com vendedores sempre simpaticíssimos e que se esforçam para falar português, vendem comida preparada na hora. Para fechar com chave de ouro, nada melhor que um doce. Pode ser um waffle, mas a sugestão é um stroopwafel tirado no instante, desmanchando de tão gostoso. Quem passar pelo Heineken Experience pode dar uma esticada no Albert Cuyp.

Na mesma pegada de mercados, mas com um toque mais gourmet, a dica é o La Place (Kalverstraat 203). Andando sem rumo pelo centro de Amsterdã nos deparamos como o mercado e como a fome era grande resolvemos entrar. Foi um sacrifício, porque ficou difícil escolher diante das tantas opções. A nossa escolha foi um delicioso spaghetti ao pesto com massa fresquinha. Tudo preparado na nossa frente e com ingredientes da melhor qualidade.

la place amsterdã

Não dá para passear por Amsterdã e deixar de pedir uma genereosa porção de batata frita – sempre acompanhada com muita maionese. A experiência ganha toque ainda mais local se junto com a batata vier o bitterballen, conhecido também como croquete holandês.

Nós nem precisamos sair do hostel para experimentar essa dupla infalível. No próprio bar do Stayokay Amsterdam Vondelpark – que é aberto ao público geral – comemos uma farta porção. Os croquetes são tão característicos de Amsterdã que são vendidos em toda parte.

bitterballen croquete holandês viajenoblog

Um ícone da capital da Holanda é o FEBO, definido como uma parede de lanches. Basta inserir uma moeda, abrir a janela de vidro e pegar o lanche desejado. Nós não tivemos tempo de encarar essa aventura, mas fica a sugestão para quando você for visitar essa adorável capital europeia.

febo amsterdã viajenoblog

Deixe uma resposta