Museus de Madri: obras-primas sem pagar nada

Visitar museus está entre os principais programas de quem viaja. Quem tem isso como a principal intenção deve incluir com urgência uma ida a Madri. A capital da Espanha tem três museus com acervos riquíssimos. Isso vai deixar em êxtase os entusiastas de arte e pode ser uma boa porta de entrada para quem quer descobrir o mundo das pinturas. Preparamos um guia sobre o que encontrar no Reina Sofía, Museu do Prado e Thyssen-Bornemisza. Pelos três é possível passear pelos artistas mais talentosos do mundo e principalmente da Espanha, como Pablo Picasso, Salvador Dalí, Velázquez e Goya. O mais interessante é que o trio dispõe de horários com entrada franca ao público.

>>>  Confira o vídeo do nosso passeio por Madri

Reina SofíaWatch Full Movie Online Streaming Online and Download

Dedicado à arte moderna. O museu é casa da Guernica, uma das obras mais consagradas de Picasso. A pintura que representa o bombardeio nazistas de uma cidade catalã durante a Guerra Civil Espanhola impressiona pelo tamanho e pelos detalhes. Outras obras de Picasso estão no local. Vários trabalhos de Salvador Dalí estão expostos no Reina Sofía, assim como os de Joan Miró. Não só pinturas estão lá, mas muitas esculturas e trabalhos de arte moderna que desestabilizam nossos pensamentos. O acesso livre ao público ocorre de segunda a sábado das 19h às 21h e no domingo a partir das 13h30 até às 19h. Algumas salas e exposições temporárias podem estar fechadas na ocasião. Só mesmo pagando para ter acesso total ao acervo. O bilhete inteiro sai por 8 euros.

picasso_r

miro_r

Museu do Prado

Mais Picasso e mais Salvador Dalí podem ser vistos no maior museu de Madri. A casa está dividida em salas com pinturas espanhola, alemã, francesa, flamenga, britânica, holandesa, entre outras. Por isso é um bom lugar para ver trabalhos de Rafael, Tiziano, Caravaggio, Rembrandt e vários mestres da pintura. Mas os espanhóis são mesmo os protagonistas. Além dos dois citados, vale a pena ver os quadros de Velázquez e Goya. As Meninas, um dos trabalhos mais famosos de Velázquez, está no Museu do Prado. Da para perder vários minutos analisando cada detalhe da pintura. Outras obras mais representativas de Goya podem ser exploradas, como: O guarda-sol, Saturno devorando um filho e 3 de maio de 1808 em Madri. Diariamente o Museu do Prado oferece entrada livre aos visitantes. De segunda a sábado entre 18h e 20h e no domingo e feriados das 17h às 19h. A dica para não perder tempo é focar nas escolas e pintores que você mais quer ver. Quem pretende fazer uma visita com calma, a entrada custa 14 euros.

goya_p

Thyssen-Bornemisza

Para quem quer ter uma aula de história da arte, o museu é o lugar. A disposição das salas acompanham a evolução da pintura e as obras indicam cada movimento artístico. A viagem começa nos primitivos italianos e acaba na abstração e figuração no pôs-guerra europeu. É um museu completo e imperdível: segue a lista de alguns gênios que você vai encontrar por lá: Picasso, Dalí, Caravaggio, Rembrandt, Renoir, Monet, Van Gogh, Edward Hopper, Matisse e tantos outros. As segundas-feiras entre 12h e 16h são dedicadas ao público geral. Nos outros dias, o tíquete custa 10 euros.

t1

t2

t5

t4

t3

3 comentários em “Museus de Madri: obras-primas sem pagar nada

Deixe uma resposta