Isla Saona: além do paraíso na República Dominicana

Qual a imagem que você tem do paraíso? Para muitos, A Lagoa Azul, clássico da Sessão da Tarde, representa o local perfeito para passar os restos dos dias de vida. A Isla Saona, na República Dominicana, já foi apontada como o cenário da locação para o filme. A história não é bem assim, mas fica difícil deixar de acreditar diante de umas paisagens mais exuberantes do planeta.

A principal forma de conhecer a Isla Saona é partindo de Punta Cana. O passeio pode ser adquirido dentro dos próprios resorts com agentes autorizados. O turista não precisa nem deixar o conforto de sua cadeira na beira da praia para consultar os pacotes. São os próprios agentes que abordam oferecendo a experiência.

coqueiro isla saona viajenoblog

A dica para não ter dor de cabeça é verificar se a empresa que apresenta o passeio possui um quiosque nos arredores. Pergunte sobre horários, serviços, transporte e o que mais tiver de dúvidas para garantir que não está caindo em cilada. A equipe do resort pode ser uma fonte segura para indicar o melhor caminho.

catamara isla saona punta cana

Fechado o passeio, o próximo passo é se preparar. Adianto que passar um dia na ilha será muito cansativo. No entanto, pode ter certeza que vai valer muito à pena. Dito isto, busque não comer muito nem abusar da bebida na noite anterior. Também tente dormir em um horário adequado para poder descansar bastante.

O passeio até lá começa bem cedinho, por volta das 8h. A primeira parte é feita de ônibus até a praia de Bayahibe e leva cerca de 1h (dependendo da localização do hotel). O guia aproveita o tempo para explicar no caminho um pouco da história de Punta Cana e da ilha.

piscina natural isla saona

Música caribenha e piscina natural

A Isla Saona é uma área de preservação ambiental que faz parte do Parque Nacional del Este. Depois de chegar de ônibus até a praia de Bayahibe, o passo seguinte para chegar até a ilha é de embarcação. A forma mais rápida, de lancha, leva 30 minutos; a outra, de catamarã, cerca de uma hora e meia.

catamara isla saona viajenoblog

Foi de catamarã então que seguimos para conhecer um dos cenários mais lindos do Mar do Caribe. O passeio, como os resorts de Punta Cana, tabém é all inclusive. Assim, durante todo trajeto entre a praia e a ilha, os funcionários do barco servem rum e refrigerante aos turistas.

A música caribenha é outra atração dentro do catamarã. O som alto e a dança são usados para manter o pique e não deixar que a viagem fique desanimada.

DCIM100GOPRO

Antes de chegar à ilha, o catamarã faz uma pausa indispensável em uma piscina natural. Os bancos de areia criam uma paisagem incrível em alto mar. Ponto perfeito para tirar lindas fotos e dar um mergulho gostoso.

Água cristalina e areia branquinha

Depois de passar por tudo isso vem a melhor parte: desfrutar da Isla Saona. A chegada na ilha já da uma pinta do que esperar. O conjunto mar, areia e fila de coqueiros compõe mesmo um cenário digno de A Lagoa Azul.

A areia branquinha, branquinha, ressalta ainda mais a água cristalina e calma. Aliás, o mar é tão tranquilo que é possível passar o dia todo boiando sem qualquer preocupação. As ondas são praticamente imperceptíveis.

DCIM100GOPRO

Andar pela ilha é outro prazer. Cada ângulo revela um quadro fascinante. Fica fácil admitir que a natureza foi generosa com a Isla Saona.

Um almoço é servido aos turistas e, durante toda a diária, a bebida é liberada, incluindo a cerveja. A única preocupação então é aproveitar tudo isso e relaxar nesse paraíso caribenho.

As últimas embarcações partem da Isla Saona de volta ao continente por volta das 16h. Se chegamos na ilha de catamarã, o retorno foi de lancha. O passeio termina pegando o ônibus novamente na praia de Bayahibe até o resort de origem.

A canseira no final do dia compensa pela visita a um destino inesquecível.

Mais dicas:

– O preço do passeio até a Isla Saona sai por cerca de 90 dólares;

– Fique atento à previsão do tempo antes de fechar o pacote;

– Capriche no café da manhã antes de esperar o ônibus no hall do resort;

– Um fotógrafo acompanha o passeio e tenta vender os registros;

– Pechinche até o máximo se quiser ficar com as fotos;

– Turistas são alvos o tempo todo de vendedores.

Deixe uma resposta