Hyde Park: saiba tudo sobre o melhor parque de Londres

Eu sempre digo que o meu lugar no mundo é Londres. Sabe aquela cidade que você visita várias e várias vezes e continua amando? Que você se sente bem e fica encantada por cada detalhe? Londres é assim pra mim. Mas se eu tivesse que ser ainda mais específica e escolher meu lugar favorito dentro da minha cidadade favorita sem dúvidas seria o Hyde Park. O parque, que fica no centro de Londres é um lugar incrível e cheio de possibilidades. Perfeito tanto para quem quer relaxar, quanto para quem quer passear, se divertir, conhecer coisas novas ou praticar esportes.

História

O Hyde Park é considerado um parque real desde 1536 quando o rei Henry VIII adquiriu o local. Naquela época, o Hyde Park era usado principalmente para caça, mas ao longos dos anos o parque foi utilizado para vários fins. Na Guerra Civil Inglesa, por exemplo, fortes foram construídos no local.

DSC08706

O lago Serpentine, que até hoje divide a área do Hyde Park e dos jardins de Kensigton, foi construído a mando da rainha Caroline, no século 18. Já em 1920, o rei George IV ordenou uma grande reforma no parque, que incluiu a criação da entrada no Hyde Park Corner. Desde então pouca coisa mudou. O Hyde Park que vemos hoje é praticamente o mesmo de cerca de 200 anos atrás.

O que fazer

– Lazer

Coisas para fazer não faltam para quem visita o Hyde Park. Apesar da minha atividade favorita ser deitar na grama e apenas observar o movimento. Os amantes dos esportes, por exemplo, podem aproveitar a área verde para caminhar, correr, andar de skate, patins e bicicleta. Já quem está viajando com crianças ou quer dar uma volta no lago pode alugar um pedalinho e aproveitar a paisagem.

IMG_7513

– Memoriais

Além disso, o Hyde Park possui vários memoriais, fontes e estátuas homenageando diversas personalidades e ocasiões.

O mais famoso deles é o Diana Memorial Fountain, uma fonte em homenagem a princesa Lady Di, feita em granito e que simula o caminho de um rio. A ideia é simbolizar a vida da princesa. Durante os dias mais quentes, é comum (e permitido) ver as pessoas sentadas na borda da estrutura molhando os pés sobre as águas.

IMG_8025

Outro memorial bem bonito homenageia as vítimas dos atentados de 7 de julho de 2005 em Londres, quando 52 pessoas foram mortas. Ainda no parque é possível encontrar um memorial do Holocausto, dos animais mortos na guerra, além de várias outras estátuas e homenagens.

– Speaker’s Corner

O “canto” mais famoso do parque, nada mais é do que um lugar de livre expressão. Nessa esquina do Hyde Park, qualquer pessoa é livre para fazer seu discurso e eles não são raros. A tradição é antiga. Aos domingos de manhã é comum ver uma, duas ou até mais pessoas em cima de um banquinho falando, ou melhor, discutindo sobre qualquer tema. Os assuntos mais comuns são política e religião, os mais polêmicos, mas também os que mais atraem o público.

– Eventos

Além da estrutura em si, o Hyde Park também é palco de vários eventos. Shows de grandes artistas mundiais como Bon Jovi, Rolling Stones, Madonna, Taylor Swift e Paul McCartney já ocorreram no local. Nas Olímpiadas de Londres em 2012 algumas provas foram realizadas no parque e anualmente salvas de tiros são disparados de lá em homenagem à coroação da Rainha Elizabeth II.

– No inverno

Se durante o verão o Hyde Park é tomado pelos londrinos em busca de um momento de lazer ao sol, no inverno boa parte do Hyde Park abriga a Winter Wonderland. O parque de diversões tem barraquinhas com enfeites natalinos, pista de patinação no gelo, brinquedos e muita comida. Imperdível!

12419026_10153398003223269_7213103592098596575_o

Alugando uma bicicleta

O Hyde Park, assim como todo o centro de Londres, possui postos de aluguel de bicicletas. Em cada posto há totens digitais para fazer o pagamento e o processo todo é muito simples. O aluguel de 24h custa 2 libras, porém, a cada 30 minutos é preciso “renovar” o aluguel. Funciona assim: você vai até o posto, faz o pagamento com o cartão de crédito ou débito e a máquina libera um código. Esse código deverá ser colocado para liberar a bike. Depois disso você pode rodar com a bicicleta por 30 minutos. A devolução pode ser feita em outro posto (há vários espalhados pela cidade e pelo parque).

IMG_8028

Em seguida, você pode pegar outra bike por mais 30 minutos sem precisar pagar as duas libras novamente. Para isso, você vai precisar colocar seu cartão novamente no totem para que um novo código seja liberado. Fique tranquilo. A cobrança só ocorrerá da primeira vez.

Como chegar

Localizado no coração de Londres, o Hyde Park fica aberto das 5h da manhã até a meia-noite e pode ser acessado facilmente de metrô. As estações mais próximas são: Lancaster Gate (Central Line), Marble Arch (Central Line), Hyde Park Corner (Piccadilly Line) e Knightsbridge (Piccadilly Line).

Um comentário em “Hyde Park: saiba tudo sobre o melhor parque de Londres

Deixe uma resposta