Europa no outono e inverno: vale a pena?

Casacos, roupa térmica e cachecóis eram itens de necessidade básica durante nosso mochilão pela Europa no ano passado. Viajamos em outubro e voltamos em janeiro e encaramos de perto o outono e parte do inverno europeu. Muita gente pensa que viajar para países frios nessa época do ano é uma roubada, mas nós discordamos totalmente.

Palacio Belvedere com neve em Viena
Palacio Belvedere com neve em Viena

Claro que sendo filhos de um País tropical como Brasil não estamos acostumados a viver em temperaturas baixas e até negativas. Mas em nenhum momento isso nos atrapalhou. Por isso, sempre que me perguntam se vale a pena viajar para a Europa no outono e no inverno digo que vale e muito!

As estações

A melhor estação para visitar a Europa sem dúvidas é na primavera, quando as temperaturas estão agradáveis, mas não tão quentes ou frias. No verão, os dias são mais longos, mas o calor intenso (em muitos lugares faz tão calor quanto aqui) pode atrapalhar as caminhadas mais longas. Além disso, é no verão que os próprios europeus saem de férias, por isso, prepare-se para monumentos lotados e muitas filas.

Budapeste com neblina
Budapeste: linda até sob neblina

No outono o frio já começa a dar as caras, mas nada que a gente não consiga tirar de letra, enquanto no inverno ele é intenso e é preciso se preparar. Minha dica é: só tem esses dias para viajar? Viaje! Nem o frio, nem os dias mais curtos são capazes de atrapalhar uma experiência tão incrível!

Os países

Para quem não quer arriscar e prefere visitar lugares com clima mais ameno, vale deixar a Áustria, Hungria, Alemanha, Suíça e Polônia para uma outra viagem. Portugal, Espanha e Itália, principalmente no sul, costumam ser mais agradáveis durante esse período, mas ainda assim faz frio. Reino Unido e França, mais especificamente Londres e Paris são bem frias, mas menos que Berlim, Amsterdã e Viena, por exemplo. Neste site aqui você pode consultar as temperaturas médias e observadas anteriormente em cada mês em diversas cidades.

Viaje no Blog em Lisboa
Novembro em Lisboa: roupas mais leves e clima agradável

Organize-se

Está convencido e resolveu cair na estrada no final do ano? Então comece a se organizar para que você possa aproveitar ao máximo a viagem. Tenha em mente que na maioria dos lugares vai escurecer mais cedo, entre 16h e 17h. Por isso, programe programas ao ar livre, por exemplo, para a parte da manhã ou início da tarde. Dica: não se desespere. Vejo muita gente achando que os dias curtos vão atrapalhar a viagem e não é bem assim. As cidades européias são lindíssimas a noite e oferecem várias opções do que fazer nesse horário.

Também é preciso ficar atento aos horários de museus e atrações. Algumas têm horário diferenciado nessa época.

Dicas de sobrevivência

Vai encarar o inverno? Tenha roupas adequadas. Com as roupas certas garanto que você nem vai perceber que está frio e poder aproveitar ainda mais a viagem. Minha dica é investir em roupas térmicas (calças e blusas) e um casaco bem resistente. Dependendo da temperatura e da possibilidade de ocorrer neve uma bota impermeável e bem quentinha também é fundamental. Além de toucas, cachecóis e luvas. Ah, se você usa muito o celular e vai usá-lo para tirar fotos vale a pena comprar uma luvas térmica.

Vinho quente em Viena
Roupas térmicas e vinho quente para esquentar

Uma boa pesquisa de preços garante economia na hora de adquirir esses itens. É legal, inclusive, buscar em sites do destino já que no exterior essas roupas são bem mais em conta que no Brasil. Por aqui, uma boa opção é a Decathlon que vende roupas térmicas a preços ótimos.

Imperdível no inverno!

Tanto trabalho para se agasalhar vale a pena quando você se depara com algumas experiências que só o tempo frio pode te proporcionar. Uma das melhores dela são as feiras de Natal, que ocorrem em toda a Europa de novembro até dezembro. Delicie-se com as comidas de rua, vinho quente e os quitutes locais.

Feira de Natal em Budapeste
Feira de Natal em Budapeste

No inverno, as principais cidades europeias também recebem atrações especiais como pistas de patinação no gelo que são montadas em pontos estratégicos. Sem falar nas lindas e inesquecíveis paisagens europeias com neve.

Pista de patinação no gelo em Budapeste
Pista de patinação no gelo em Budapeste

Deixe uma resposta