Dica de roteiro em Londres: de St. Paul’s ao Borough Market

Londres é capaz de te levar do religioso e tradicional ao inovador e questionador na mesma facilidade que se atravessa o Tâmisa de uma margem à outra. Você pode começar o passeio em uma das principais igrejas da Europa e terminar fazendo uma refeição em um mercado de rua milenar em uma rota de menos de 2 quilômetros de caminhada.

Assim é o roteiro de hoje que tem como ponto de partida a sede do Bispo de Londres, St Paul`s Cathedral. Foi lá que em 1981 Charles e Diana se casaram e onde estão enterrados alguns dos heróis britânicos. A Catedral de São Paulo pode ser acessada pela estação do metrô do mesmo nome. O entorno da gigantesca igreja rende belas fotos.

stpaul7

O passeio pelo interior da Catedral é cobrado. A entrada custa 18 libras com direito a guia multimídia. Adquirir o bilhete pela internet pode garantir o desconto de alguns pounds. A visita inclui o salão, a cripta e três galerias na cúpula. A última delas guarda uma das mais belas vistas de Londres, como na London Eye. Aproveite!

stpaul3

Quem não deseja pagar pela visita é possível entrar na St Paul`s de graça. O acesso, no entanto, é limitado a uma sala de orações. Assim, o visitante consegue ter seu momento de fé e pode até acender uma velinha.

stpaul2

Saindo da Catedral, a dica é seguir pela Peter`s Hill. A rua vai levar até a Millennium Bridge. A moderna ponte suspensa feita em aço foi inaugurada em 2000. De lá pode-se fazer mais belas imagens da St Paul`s. E é seguindo pela construção até a outra margem do Tâmisa que o turista chega ao Tate Modern.

stpaul4

stpaul5

O museu de arte moderna e contemporânea figura como um dos mais importantes e mais visitados de Londres. Boa parte das galerias tem acesso livre. Como nos outros, os mantenedores sugerem uma doação livre de 4 libras. Uma mapa simplificado das galerias pode ser adquirido por 1 libra.

tate1

O Tate Modern foge do convencional com obras curiosas, inovadoras e questionadoras. São fotografias, esculturas, gravuras e pinturas. É impossível o visitante passar indiferente diante de tanta novidade.

tate2

O acervo do museu traz clássicos como Picasso, Miró, Matisse e fases como minimalismo, cubismo e pop art.

tate4

A última destacada com os quadros Self-Portrait e Marilyn Diptych de Andy Warhol. O Tate Modern tem ainda exposições temporárias. Consulte o guia de programação antes de uma visita.

tate3

Se a ideia após a visita ao museu é fazer uma refeição, a dica é seguir pela Bankside até o Borough Market. O calçadão que margeia o Tâmisa é convidativo a um passeio. No caminho está o Shakespeare’s Globe, uma reconstrução do local onde aconteciam as apresentações do mais famoso dramaturgo britânico.

globe

O trajeto entre o Tate Modern e o Borough Market é um mix da Londres antiga com a cidade do futuro. As ruas do período medieval dividem espaço com prédios moderníssimos.

O ponto final da caminhada é no mais renomado mercado de rua da cidade. A história do Borough começou no século XI. Nos boxes é possível encontrar frutas, verduras, temperos, queijos, carnes, chocolates e uma infinidade de produtos da melhor qualidade important site. Há ainda restaurantes e barracas de comidas do mundo inteiro. Nestas últimas, o preço é adequado para quem pretende comer bem sem gastar tanto. O difícil mesmo é escolher o prato mais gostoso para encerrar o passeio.

borough1

Um comentário em “Dica de roteiro em Londres: de St. Paul’s ao Borough Market

Deixe uma resposta