Dez lugares extraordinários para se inspirar em Barcelona

Barcelona é uma cidade de vanguarda com um forte laço unindo tradição e modernidade. A capital da Catalunha tem como expoentes culturais gênios como Pablo Picasso, Salvador Dalí, Joan Miró e Antoni Gaudí. Com construções exóticas e paisagens deslumbrantes, a cidade é acima de tudo um destino inspirador. Confira o vídeo do nosso passeio por lá e depois veja as dicas do que fazer.

Sagrada Família: Por fora, a basílica desenhada pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí, impressiona. A construção ainda inacabada mais parece um gigante castelo de areia. Os detalhes em todo lado externo mostram passagens bíblicas e cenas da vida de Jesus Cristo. Por dentro, o cenário é de tirar o fôlego. Os vitrais e a luz natural criam um ambiente espetacular que vai sendo modificado ao longo do dia. À medida que o Sol se desloca, cada canto é iluminado. Se em um horário a luz azul toma conta do lugar sagrado, em outro momento o destaque pode ser para tons de laranja ou de verde. Se visualmente a Sagrada Família já enche a gente de emoção, a história da viabilização dela nos deixa mais fascinados. A ideia de levantar a Basílica de Barcelona surgiu em 1866, mas só em 1882 foi colocada a pedra fundamental para o início da obra. Gaudí assumiu o ousado projeto em 1883. Um vídeo na entrada da igreja explica cada detalhe da obra. Gaudí se dedicou de corpo e alma para o êxito da empreitada até a sua morte em 1926. Cada item foi minimamente pensado por ele. Ou seja, o arquiteto tinha domínio absoluto do que pretendia. A Sagrada Família foi atacada e incendiada em 1936 durante a Guerra Civil Espanhola. As novas tecnologias ajudam na finalização da obra. A expectativa é de que em 2026 a Sagrada Família seja concluída.

IMG_0659

DSC09697

Park Güell: Outro projeto de Gaudí, que a princípio não teve muito sucesso. Contratado pelo empresário Eusebi Güell, a intenção era construir um bairro residencial nos entornos de Barcelona. A complexidade fez com que a empreitada não desse certo, mas acabou criando um dos parques mais diferentes da Europa. A visita em parte do Park Güell é cobrada. A entrada custa 8 euros. No interior o visitante passa por construções fantásticas como a Casa do Guarda, a Escalinata do Dragão, a Sala Hipóstila, o Teatro Grego (ou Praça da Natureza), o Pórtico de la Lavandera, entre outras. Do alto é possível ter uma vista de parte da cidade e do Mar Mediterrâneo. Fora do complexo há muita área verde para ser explorada. Há uma casa onde Gaudí morou e hoje funciona um museu. O espaço aberto ao público cobra 5,50 euros pela entrada. Aos olhos de hoje, seria um sonho morar em um projeto residencial desenhado por Gaudí. Porém, pelo bem da história, foi até bom que o residencial não prosperou. A área foi vendida ao município que transformou no parque sucesso de público. Os detalhes e o conjunto da obra mostram novamente o quanto Gaudí era genial.

IMG_0776

IMG_0784

Bairro Gótico: Para ser transportado no tempo de quando o centro de Barcelona era cercado por muralhas. O Bairro Gótico é um relevante ponto da cidade. Andar pelas ruas do bairro é fazer um passeio pela Idade Média. Um lugar interessante para deixar a fantasia tomar conta e imaginar como era vida nos tempos medievais.

DSC09729

Catedral de Barcelona: É no Bairro Gótico que está a Catedral de Santa Eulália de Barcelona. Ela começou a ser construída em 1298, levou 150 anos para ficar pronta e foi passando por outras modificações ao longo do tempo. O lugar riquíssimo em história pode ser visitado por 7 euros. O local é tão importante que o Bairro Gótico era chamado de Bairro da Catedral.

IMG_0649

Casa Milà e Casa Batlló: As duas casas projetadas por Antoni Gaudí recebem por dia uma multidão de visitantes. Arquitetos, entusiastas de arte ou o visitante comum fazem filas para entrar nas duas residências mais famosas de Barcelona. A entrada na casa Batlló custa 21,50 euros. O bilhete para a Milà é vendido por 20,50 euros. Cerca de 500 metros separa uma da outra no Passeig de Gràcia. Passar pelos dois edifícios que estão na lista de patrimônio mundial da Unesco só reforça o quanto Gaudí é inspirador.

IMG_0497

IMG_0494

Las Ramblas: Quem visita as casas Milà e Batlló no Passeig de Gràcia pode continuar o passeio até chegar nas Ramblas. A Plaça de Catalunya separa as duas movimentadas vias. As Ramblas mostram um pouco da efervescência barcelonesca. O trajeto é recheado de restaurantes, cafés, lojinhas de souvenirs e porta de entrada para o Mercado de la Boquería. É no final das Ramblas que está o Monumento a Cristóvão Colombo. A estátua erguida em homenagem ao descobridor marca caminho para o encontro do turista com o Mar Mediterrâneo.

IMG_0534

Port Vell e Barceloneta: É onde avistamos o Mar Mediterrâneo. O Port Vell é onde se concentram as embarcações que chegam e partem de Barcelona. A área foi remodelada e modernizada por conta das Olimpíadas de 1992. Um lugar agradável para descansar, admirar e contemplar a beleza da cidade. Seguindo pela orla marítima, que nos finais de semana fica tomado por gente, a gente chega até Barceloneta, que para ser mais direto é a praia de Barcelona. Ver o pôr-do-sol sentado na areia é deslumbrante. Um lindo cenário para fotos. Em um dia de calor é até possível molhar os pés no Mediterrâneo.

IMG_0552

IMG_0803

Camp Nou: Um atrativo essencial para quem gosta de futebol. O Estádio do Barcelona possui um museu muuuito interativo. É possível ver como ao longo da história o clube se consolidou como um dos mais importantes da Europa. O interessante é ver também a forte ligação do Barcelona com o Brasil. Figuras como Evaristo de Macedo, Romário, Ronaldo, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho e Neymar são exaltados no espaço. A entrada no gramado do Camp Nou encanta até mesmo quem não é tão apaixonado por futebol. O estádio é espetacular!

DSC09606

Deixe uma resposta