Roteiro dos clássicos: Big Ben, London Eye, Abadia de Westminster e mais!

Por mais clichê que possa parecer não dá para ir Londres e deixar de fora uma visita ao Big Ben e a London Eye. Mesmo quem já visitou a cidade várias vezes sempre acaba voltando nem que seja para ver mais uma vez a beleza dos pontos turísticos mais famosos da cidade.

Para os turistas de primeira viagem, no entanto, a região deve e merece ser apreciada com mais calma e pode ir muito além dos icônicos monumentos à beira do Tâmisa. Para começar, desembarque na estação Westminster do metrô. Dali você já sai ao lado do Big Ben e pode aproveitar para fazer belas fotos.

O Big Ben está instalado no Palácio de Westminster, onde funciona o Parlamento britânico e toca a cada 15 minutos.

Daqui você tem duas opções: seguir pela ponte de Westminster e chegar ao Big Ben ou passar pelo prédio do Parlamento e acessar a Parliament Square. Minha dica é não deixar nada de fora seja qual for a sua escolha, volte para seguir o resto do roteiro.

A Parliament Square é outro ponto obrigatório para quem busca fazer fotos incríveis da região. Além disso, o espaço público pode ser aproveitado para fazer um lanche ou descansar. Algumas estátuas de líderes famosos estão instaladas no local, como Winston Churchill, Nelson Mandela e Mahatma Gandhi.

A poucos metros dali está a Abadia de Westminster, uma construção de quase mil anos famosa por ser a igreja onde são coroados os monarcas britânicos. O casamento Real do Príncipe William e Kate Middleton, por exemplo, aconteceu aqui. É na Abadia de Westminster que reis, rainhas e personalidades do Reino Unido estão enterradas. Entre os mais conhecidos estão Charles Dickens, Charles Darwin, Isaac Newton. Por esse motivo, prepare-se para um passeio cheio de história e arquitetura impressionante, mas também muitos túmulos.

A entrada no interior do edifício é cobrada e na parte interna não é permitido fazer fotos, mas do lado de fora o visitante pode ficar à vontade para registrar imagens da fachada.

Quem continuou o passeio por aí, pode voltar ao Big Ben e finalmente passar pela Westminster Bridge. É ali que a multidão de turistas se concentra em busca dos melhores flashes tanto do relógio famoso quanto da roda-gigante, cada um em uma das margens do rio. O passeio é lindo tanto durante o dia quanto à noite.

Chegando à London Eye não é difícil compreender porque ela caiu no gosto dos turistas. De lá é possível ver a cidade em praticamente toda sua extensão. Para acessar a roda-gigante é preciso comprar ingresso, que pode ser adquirido na bilheteria do local ou pela internet, o mais recomendado para quem quer evitar filas. Totens e funcionários agilizam a troca e poupam a espera em uma das filas.

Com o bilhete na mão, o visitante pode entrar no clima da London Eye em um cinema 4D. Um vídeo de curta duração traz imagens incríveis da cidade e dá uma ideia de como é estar na roda-gigante. Até a chuva londrina faz parte do script.

Nenhuma tecnologia, no entanto, supera a experiência de estar no interior da cabine. A volta completa dura 30 minutos, tempo suficiente para fazer fotos e vídeos deslumbrantes e observar tranquilamente toda a paisagem. Telas interativas espalhadas pela cápsula identificam cada ponto turístico no horizonte. É interessante observar o curso do Rio Tâmisa e como ele é importante para a cidade.

Saindo da London Eye a dica é continuar o passeio pela The Queen’s Walk, uma espécie “calçadão” na margem do Tâmisa que reúne artistas de rua, foodtrucks, lojas, cafeterias, restaurantes e até uma feirinha de livros e pista de skate. Uma delícia de passeio.

London Eye
Entrada: £19.35
Aberto diariamente das 10h às 20h30

Abadia de Westminster
Entrada: £20
O horário de visitação varia de acordo com as celebrações. Consulte em: http://www.westminster-abbey.org/

Um comentário em “Roteiro dos clássicos: Big Ben, London Eye, Abadia de Westminster e mais!

Deixe uma resposta