Luxo e extravagância em 6 palácios reais para conhecer na Europa

Visitar palácios reais é uma oportunidade para conhecer de perto os hábitos de algumas das monarquias mais tradicionais da Europa. Entre uma residência real e outra é possível observar muita riqueza, luxo, glamour e também muita excentricidade. É interessante passar por salões onde eram realizadas audiências e reuniões que mexiam com a nação ou até mesmo todo continente.

A cozinha, os banquetes, os bailes de gala, as salas de jogos, os quartos e ambientes privados, as obras de arte e objetos de decoração, as roupas, tudo isso é sedutor para entender como era a vida de reis, rainhas, príncipes, princesas e todos que formavam a corte.

Pelo lado de fora, a imponência dos palácios impressiona e a conservação dos belos jardins cria um cenário excepcional para fotos. Confira seis residências que merecem atenção na Europa.

Palácio de Kensington – Londres

Já falamos com detalhes dele aqui no blog nesse post. A atual casa de William, Kate, George e Charlotte já teve como moradores ilustres Charles e Diana e também a rainha Victoria. A visita ao Palácio de Kensington é uma das mais compactas entre as residências reais. É possível ver todas as salas e objetos com muita calma e sem perder nada.

kensington palace viajenoblog

O passeio é dividido em quatro partes. A primeira passa pelos aposentos dos primeiros monarcas britânicos a viverem no local (Mary II e William III). Em seguida, os objetos expostos destacam o período quando George I assumiu o trono e promoveu grandes mudanças no palácio. Com George II e a esposa Caroline, Kensington conheceu uma era de efervescência cultural e grandes festas.

A parte adiante é dedicada à rainha Victoria. Uma das monarcas mais populares do Reino Unido nasceu, cresceu e recebeu lá, aos 18 anos, a notícia de que assumiria o trono. A relação dela com o marido Albert é um dos pontos mais interessantes da visita.

kensington palace victoria

Quem gosta de moda vai se encantar com a parte final do tour. A exposição “Fashion Rules” revela vestidos usados pelas mulheres da família real britânica. Trajes tradicionais, ousados, cheios de brilho e luxo são marca da mostra. Um dos destaques é o vestido usado por Lady Di durante sua passagem pelo Brasil no início da década de 1990.

kensington palace lady di

O Kensington Palace funciona de segunda a sábado das 10h às 18h. A entrada na bilheteria oficial custa 18 libras. A dica é adquirir o tíquete pela internet para evitar filas e ainda conseguir um pouco de desconto.

Royal Pavilion – Brighton

Um dos palácios mais excêntricos para visitar. O Royal Pavilion, localizado em Brigthon, no litoral sul da Inglaterra, é até hoje repleto de curiosidades. A história dele começou quando o príncipe-regente George IV, que não andava muito bem de saúde, foi mandado pela família para lá. George IV, que depois assumiria o trono, recuperou-se e se encantou tanto que elegeu Brighton como uma de suas cidades preferidas.

royal pavilion viajenoblog

O Pavilhão Real, que originalmente era uma casa de fazenda, foi reformado pelo famoso arquiteto John Nash, também responsável pelo projeto do Palácio de Buckingham. A construção em estilo indiano é diferente de tudo que você vai ver nas outras residências reais da Europa. Pelo lado de dentro, a arte chinesa é que toma conta na pintura das paredes, lustres enormes, objetos de cerâmica, tapeçaria e demais peças.

O conjunto faz do Royal Pavilion um lugar exótico e magnífico. É uma pena que não da para tirar fotografias no interior, mas a decoração de todas as salas é inesquecível.

royal pavilion brighton

O edifício foi vendido pela família real em 1849 para uma associação de Brighton que abriu a área para visitação e preservação da memória. Na primeira Guerra Mundial, o Royal Pavilion foi transformado em um hospital para receber os feridos no combate. Hoje ele é aberto para cerimônias de casamento principalmente entre casais gays.

casamento royal pavilion

pavilion brighton casamentos

A visita ao incrível palácio de Brighton custa 11,50 libras.

Palácio de Versalhes – França

Outra residência real que já abordamos aqui no blog (confira aqui o post). O Palácio de Versalhes está localizado nos arredores de Paris. Casa dos reis Luís XIV, XV e XVI, o local é um dos palácios mais monumentais e luxuosíssimos do Velho Continente. Visitar a moradia dos antigos monarcas da França merece um dia completo para aproveitar tudo que for possível.

versalhes viajenoblog

O tour pelo Palácio de Versalhes é separado em quatro partes: Grandes apartamentos, Galeria da história do Castelo, Galeria das batalhas e Apartamentos das meninas (filhas de Luís XV). Um áudio-guia (incluso no bilhete de entrada) ajuda a ter um panorama completo sobre a vida das pessoas que habitaram ali.

Entre os incontáveis atrativos do Palácio, a Galeria dos Espelhos é o mais emblemático. O enorme salão conta com 17 espelhos de frente para 17 janelas ostentando vários candelabros de prata maciça. A ideia de Luís XIV era criar um ambiente infinito.

versalhes salao dos espelhos

Maria Antonieta foi outra moradora famosa do local. Na visita é possível conhecer os aposentos dela e até ver de perto uma necessaire usada por ela em viagens. Um artigo bem curioso. Porém, foi do Palácio de Versalhes que Maria Antonieta foi tirada junto com o marido Luís XVI e levada para Paris onde acabou guilhotinada pelos revolucionários franceses.

A sugestão para quem deseja passar o dia em Versalhes é levar algo para fazer uma refeição. A dica é depois de visitar todos os aposentos no interior do prédio seguir para os jardins. A extensa área verde oferece muitas opções de lazer ou simplesmente pode ser um local muito agradável para descansar e tirar belas fotos.

versalhes jardins

O Castelo recebe por dia uma multidão de turistas. A entrada sai por 15 euros.

Palácio Real – Madri

A rica e imensa casa da monarquia espanhola atualmente é usada em cerimônias oficiais. O Palácio Real está localizado na área central de Madri, do lado da Catedral da cidade. A grandeza da construção impressiona. São 2800 salas, sendo que 50 delas estão abertas para visitação. Isso faz do tour ser até compacto.

palacio real madri viajenoblog

A esplêndida decoração do interior do palácio é uma marca deixada pelos antigos moradores. Destacam-se as peças de tapeçaria, esculturas, muitos relógios da coleção real, cinco violinos Stradivarius valiosíssimos e até um retrato do rei Carlos IV pintado por Goya, renomado artista da Espanha.

A Sala de Porcelana é a que talvez mais chama atenção na visita. O cômodo é repleto de porcelanas reais verdes e brancas das paredes até o teto. Merece ser observada com muita calma para observar todos os detalhes.

madri palacio real

Para a história recente, está exposta no Palácio Real a carta do rei Juan Carlos I que em 2014 decidiu abdicar do trono em favor de seu filho, Felipe de Borbón.

Após passar pelas belas salas da residência real, a dica é seguir para o lado oposto, no Jardins de Sabatini. A área verde possui um lago é enfeitada com estátuas de reis espanhóis. Um bom lugar para descansar e principalmente fazer belas fotos do Palácio Real.

jardin sabatini madri

O bilhete para o passeio sai por 11 euros.

Palácio Ducal – Veneza

Conhecer o Palácio Ducal, em Veneza, difere um pouco dos outros lugares, por isso pode ser uma atração bem interessante. O local foi residência oficial dos doges, sede do governo e até prisão. Os saguões e câmaras são ricamente decorados e contam a história do desenvolvimento de Veneza e como ela se transformou em uma das cidades mais originais do mundo.

palacio ducal veneza

Na Escadaria, os doges eram coroados com o chapéu ducal, chamado de zogia. Duas estátuas de Netuno e Marte, simbolizando o poder da cidade, enfeitam o local.

A Sala del Maggior Consiglio é de tirar o fôlego. O salão imenso é onde o Grande Conselho de Veneza se reunia. O corpo consultivo chegou a contar com 2000 integrantes. A parede de fundo da sala é coberta com a enorme e rica em detalhes pintura Paraíso, de Tintoretto.

salao maior palacio ducal

O poder armamentista de Veneza também pode ser conferido no Palácio Ducal. Armaduras, lanças e outros armamentos estão à mostra em algumas salas.

A parte de maior angústia fica por conta dos minúsculos e frios espaços onde ficavam os presos. O labiríntico caminho leva até a Ponte dos Suspiros. A estrutura, que passa por um dos incontáveis canais de Veneza, conta com pequenos buracos na parede e de lá os detentos tinham a última visão de Veneza antes de serem executados.

prisao palacio ducal

ponte dos suspiros veneza

O tíquete de 19 euros para entrar no Palácio Ducal dá direito ainda a visitar o Museu Correr, o Museu Arqueológico e a Biblioteca Nacional. Todos estão localizados na belíssima Praça São Marcos.

Palácio de Schönbrunn – Viena

A capital da Áustria é um paraíso para quem gosta de visitar ambientes ligados a monarquias. Como exemplos, temos o Complexo Hofburg e o Castelo Belvedere. O terceiro deles é o Palácio de Schönbrunn, a deslumbrante residência de verão da família imperial austríaca. A história da dinastia dos Habsburgos, uma das mais famílias mais importantes da Europa, é contada no tour pelos apartamentos imperiais.

palacio schonbrunn viena

A Grande Galeria aparece como uma das principais salas do palácio. O luxuoso espaço de 40 metros de extensão por 10 metros de largura era palco de recepções oficiais e concertos de música. Em 1961 ele abrigou uma reunião entre o presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, e o líder soviético Nikita Khrushchev.

grande galeria schonbrunn

Para quem gosta de decoração, duas outras salas merecem atenção pela surpreendente beleza: o Quarto de Porcelana e o Gabinete Chinês. Ambas possuem artigos de valor inestimado.

quarto de porcelana schonbrunn

gabinete chines schonbrunn

O preço da visita ao Schönbrunn varia de 12,90 euros a 15,90 euros. Isso porque ele é dividido em Imperial Tour e Grand Tour. Tudo dentro do palácio é lindo, mas o passeio como um todo é limitado e deixa um pouco a desejar. Quem opta pelo Imperial Tour tem acesso a apenas 22 quartos e consegue ver tudo em meia-hora. O Grand Tour passa por 40 quartos e em menos de uma hora é possível acabar o passeio.

 

Imagens: Arquivo pessoal e Divulgação

Um comentário em “Luxo e extravagância em 6 palácios reais para conhecer na Europa

Deixe uma resposta