12 coisas para fazer em Nápoles

Já publicamos aqui no blog um relato com as impressões sobre Nápoles. A cidade no sul da Itália ganhou uma péssima fama por conta do domínio da máfia, o que causa certo bloqueio nos turistas na hora de incluí-la no roteiro. No entanto, como destacamos, a capital da Campânia pode surpreender. Confira a seguir 12 sugestões do que fazer em Nápoles.

Comer pizza: é a melhor experiência gastronômica da cidade. Pode ter certeza que as pizzas que você experimentar em Nápoles serão lembradas como as melhores da sua vida. Duas pizzarias tradicionais merecem ser visitadas. A da Michelle, localizada na via Cesare Sersale, e a Starita, na via Materdei. A da Michelle, inaugurada em 1870, oferece apenas dois sabores (espetaculares!): margherita e marinara. Já a Starita, aberta em 1901, tem mais opções. Nas duas a pizza individual (para comer bem) sai por menos de 5 euros. Dependendo da época é preciso paciência, já que a fila pode ser longa. Mas a espera compensa.

IMG_1028

Contemplar o Vesúvio: o vulcão adormecido é o principal destaque da paisagem de Nápoles e forma um belo cenário junto com o mar Mediterrâneo. O Vesúvio visto do litoral da cidade garante boas fotos, principalmente nos dias de céu aberto. As margens do Mediterrâneo também é um ótimo ponto para terminar a tarde vendo o pôr-do-sol. Para alguns pode ser uma experiência assustadora estar tão perto do vulcão responsável por uma das erupções mais conhecidas da história.

DSC09916

Ir para Pompeia e Herculano: as duas cidades destruídas pela erupção do Vesúvio no ano de 79 ficam a menos de uma hora de trem de Nápoles. É possível visitar os dois lugares em um mesmo dia (o que pode cansar). A sugestão é fazer uma em cada dia (há bilhetes com essa opção) ou escolher uma das duas para explorar com calma. Pompeia é a mais famosa delas. As escavações mostram uma cidade do Império Romano muito organizada. Uma viagem no tempo inesquecível!

DSC09828

Museu Arqueológico: essa dica é para quem não tiver tempo de visitar Pompeia ou Herculano ou para quem quer complementar o passeio. O museu guarda relíquias encontradas nas duas cidades atingidas pelo Vesúvio. Há objetos usados na cozinha, no trabalho, na medicina e muitos outros itens interessantes. Os mosaicos expostos em algumas salas encantam pela beleza e pelo detalhismo. Há ainda um Gabinete Secreto, com esculturas e pinturas eróticas, responsáveis pela fama de devassa de Pompeia. Algumas mostram inclusive cenas de sexo entre homens e figuras mitológicas.

DSC09891

DSC09892

Catedral de Nápoles e Capela de San Genaro: Nápoles, como boa parte das cidades italianas, tem uma forte ligação com a Igreja Católica. Só na cidade nasceram cinco papas. Por isso, é comum ir descobrindo igrejas em cada canto da cidade. A mais famosa delas é a Catedral Metropolitana, na via Duomo. Dentro está a bela Capela de San Genaro. Entre os valiosíssimos tesouros guardados e que podem ser visitados estão dois frasco que segundo a tradição contêm o sangue do santo em estado sólido. Todo ano, no dia 19 de setembro, quando se comemora o dia do padroeiro da cidade, acontece o milagre da liquefação. A relíquia é transformada em estado líquido. A cerimônia atrai uma multidão de devotos para a cidade.

Uma das muitas igrejas que o turista pode visitar em Nápoles

Santa Chiara: a Basílica de Santa Clara está localizada no centro histórico de Nápoles. O complexo religioso abriga além da igreja, um museu, uma área arqueológica e um mosteiro. A coleção de presépios do século XVIII guardadas no local também é bem famosa com várias obras-primas da escultura italiana.

Centro histórico: um emaranhado de ruazinhas para se perder em Nápoles e ver as construções uma encostada na outra. A via mais conhecida é chamada de Spaccanapoli, que se estende da Piazza del Gesú Nuovo até a via Duomo. Há muitos restaurantes, cafés e lojinhas de todos os tipos. Na época do Natal, o centro ganha um toque especial com as barraquinhas que vendem presépios. Há representações da Sagrada Família e de figuras contemporâneas, como o papa Francisco e Maradona, ídolo do clube da cidade. Uma dica é andar por essa região tomando muito cuidado com os pertences pessoais e não dar oportunidade para aproveitadores.

IMG_0872

IMG_0870

Passeio subterrâneo: a Piazza San Gaetano, no Centro Histórico, é ponto de partida para uma incrível viagem de mais de dois mil anos de história. O passeio pelos subterrâneos de Nápoles explora os pontos onde a cidade nasceu e se desenvolveu. O trajeto guiado passa por resquícios do Império Romano, aquedutos que abasteciam a população e até abrigos antiaéreos usados durante a Segunda Guerra Mundial. A visita é feita em grupos. É importante consultar antes os horários e o idioma disponível.

IMG_0875

Castel Nuovo e Castel dell’Ovo: dois castelos interessantes para quem deseja voltar de Nápoles com belas fotos. O Castel Nuovo começou a ser construído em 1279, serviu de residência da realeza e depois como fortaleza. Hoje funciona como museu e também abriga eventos privados. O museu não é muito interessante. Na nosa avaliação, peca pela falta de manutenção e principalmente informação. Não compensa a visita, é melhor gastar o tempo do lado de fora tentando fazer fotos legais. O Castelo do Ovo é o mais antigo da cidade e foi erguido às margens do Mar Mediterrâneo. Outra bela construção para ser vista em Nápoles. Quem visitou fala que o mais interessante mesmo é contemplá-lo pelo lado de fora.

DSC09904

DSC09907

Estações de metrô: o embelezamento de Nápoles passa pela ampliação do metrô. Além da estação central, onde chegam os trens de toda a Itália, algumas estações merecem no mínimo uma visita pela beleza no seu interior, como no caso da Toledo e Dante. As decorações são verdadeiras exposições de arte e deixam o ambiente muito mais agradável.

IMG_1039

Via Toledo: até quem viaja para Nápoles com intenção de fazer compras pode encontrar na via Toledo algumas das marcas mais famosas de roupas. A rua, que em um trecho tem o tráfego bloqueado para veículos, também tem restaurantes, cafés, praças, igrejas e estações de metrô. Quem passa pelo Centro Histórico pode continuar o passeio pela via Toledo até a Piazza del Plebiscito, Palácio Real e Teatro San Carlo.

Um comentário em “12 coisas para fazer em Nápoles

Deixe uma resposta